sábado, 20 de julho de 2013

Bom Sabado e feliz dia do Amigo !!!

 Mas você sabia que Hoje o dia do amigo é comemorado 2 vezes no Brasil ?

Dia do Amigo é uma data proposta para celebrar a amizade entre as pessoas. No Brasil, Uruguai e Argentina, a data mais difundida para esta celebração é 20 de julho, aniversário da chegada do homem a lua.No Brasil, apesar de não ser instituída por lei, o dia do amigo é também comemorado popularmente em 18 de abril.No entanto, o país também vem adotando a data de 20 de julho, sendo inclusive instituída oficialmente em alguns estados e municípios.


Saiba que a @[377098705742537:274:Decepção não mata, Ensina a viver] é um fato!

Eu ri

Via : @[119935314843631:274:Poderoso Castiga • Pânico na Band]Tamo junto nessa... Rsrsrsrsrs...É sua é... Então tá! cuida bem dela hem lindinho!rsrsrs

Cão X Gato

Vambora de hj


Vambora - Carolina [Maranhão]

 

Quem gosta de desafios e contato de primeiro grau com a natureza vai se sentir em casa. Cachoeiras, trilhas ecológicas e mergulhos em rios de águas cristalinas estão entre as alternativas de passeio. Mas vamos por partes: chegando em Carolina, o ideal é organizar imediatamente um passeio a Pedra Caída, a cachoeira que reina absoluta na região. O lugar é fascinante e conta com estrutura (bar, restaurante), para um dia inteiro de diversão. São Romão, Prata e Itapecurizinho são outras cachoeiras que merecem uma visita, principalmente para amantes de esportes radicais, como o rappel, que começa a ser praticado na região. Caminhadas ecológicas em trilhas através dos cerrados (vegetação típica da Chapada, equivalente às savanas africanas) e banhos em rios são indispensáveis.
Cachoeiras, trilhas ecológicas, belas paisagens. São inúmeras as surpresas que uma viagem à Chapada das Mesas pode revelar ao viajante. As principais cidades do pólo são Imperatriz, Carolina e Riachão, circundadas por um mundo mágico e grandioso.
 

O grito de um jeito muito mais legal

Monalisa de um jeito muito mais legal

Cientistas descobrem vírus duas vezes maior do que qualquer vírus conhecido

Cientistas descobrem vírus duas vezes maior do que qualquer vírus conhecido




De acordo com o Live Science, cientistas anunciaram a descoberta de vírus enormes que desafiam a classificação que diferencia cientificamente essas estruturas das células vivas. De momento eles foram batizados como Pandoravírus, em referência à “Caixa de Pandora” da mitologia grega, já que ninguém sabe quais surpresas eles podem reservar.
Dois tipos diferentes de pandoravírus foram descobertos, cada um em uma parte — bem distante uma da outra — do mundo. Um deles, o Pandoravirus salinus, foi coletado por uma equipe de pesquisadores na costa do Chile, enquanto o outro, o Pandoravirus dulcis, foi encontrado em um lago de água doce na Austrália. Porém, o mais incrível sobre esses agentes é que eles são tão grandes que podem ser observados com o uso de um simples microscópio.

Gigantes

Fonte da imagem: Reprodução/io9
Os vírus já foram considerados pelos cientistas como estruturas simples e pequeninas. Contudo, com a descoberta de partículas virais bem maiores e geneticamente complexas, essa noção começou a mudar.
Os minivírus, por exemplo, descobertos na década de 90, contam com 600 nanômetros de diâmetro e contêm cerca de mil genes, o que os assemelha mais com uma bactéria do que com um vírus. Para que você tenha uma ideia, o vírus HIV mede 120 nanômetros e contém apenas nove genes.
No entanto, os pandoravírus não impressionam apenas com seu tamanho físico, mas com o do genoma também: o P. dulcis conta com aproximadamente 1.500 genes, e o P. salinus, com 2.500. Contudo, desse total, a grande maioria é completamente nova para a biologia.

Experimentos

Para comprovar que os pandoravírus realmente são... vírus, os pesquisadores realizaram vários experimentos. Depois de acompanhar o ciclo completo de replicação desses agentes, os cientistas concluíram que eles cumprem os três critérios que definem os vírus: eles não possuem os genes necessários para a produção de energia, não sintetizam proteínas sem antes infectar um organismo vivo e produzem centenas de novas cópias em um único ciclo.
Apesar disso, é inegável que os pandoravírus são completamente diferentes de qualquer outro agente já descoberto no planeta. A teoria mais aceita de momento é que essas estruturas são o resultado da evolução de células independentes que gradualmente perderam a maior parte de seus genes e se transformaram em parasitas. Entretanto será necessário encontrar mais espécimes para que os cientistas compreendam suas origens e estudem seus genes.
A identificação do pandoravírus é uma prova de que o nosso conhecimento sobre a biodiversidade microbiana da Terra está longe de ser completo e que descobertas incríveis ainda podem estar por vir, com o potencial de mudar a concepção atual sobre a origem e evolução da vida no planeta.

Parque da LEGO terá atrações aquáticas a partir de outubro

Parque da LEGO terá atrações aquáticas a partir de outubro




Tudo o que é feito com LEGO é incrível e você provavelmente já sabe disso, mas será que você já ouviu falar da criação de uma atração aquática na Legoland? Pois é, o projeto não só existe como já está saindo do papel e contará com a união de 50 milhões de pecinhas do brinquedo para isso.
O local escolhido foi o parque imenso que já existe na Malásia, com previsão de inauguração para outubro desse ano. O parque, que já atrai fãs de LEGO vindos de todas as partes do mundo, fica localizado a 50 km de Singapura e vai ter uma atração única dedicada a quem quiser passear em uma jangada feita com os tijolinhos do brinquedo.
A partir do ano que vem, o parque, que já contará com o clube aquático, vai também ter um hotel — logicamente com o tema LEGO, como todas as outras atrações do local. Os visitantes vão poder comprar ingressos independentes ou combos que reúnem todas as atrações. E aí, o que você achou dessa ideia?

Grandioso!

Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo

Diversão garantida

Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo

Os tópicos mais controversos da Wikipedia

Os tópicos mais controversos da Wikipedia




A Wikipedia, a enciclopédia online mais conhecida dos internautas, é uma demonstração do compartilhamento de conhecimentos e informações de maneira democrática. Qualquer pessoa pode acessar a página e fazer modificações nos textos e artigos, corrigindo erros ou atualizando dados.
Por esse caráter aberto e coletivo, ocorre também muita controvérsia em temas polêmicos, o que gera uma sucessão de consertos nas páginas da Wikipedia – razão pela qual elas nunca podem servir como fonte em textos científicos.
As chamadas guerras de edição, em que usuários ficam sucessivamente reescrevendo e revertendo informações em determinadas páginas, indicam quais são os tópicos mais delicados e os assuntos mais calorosos debatidos entre os leitores.

Guerras de edição

Tendo em vista esses dados da enciclopédia, pesquisadores acabam de publicar um artigo que faz parte de uma pesquisa sobre as questões culturais presentes na Wikipedia, analisando quais são as páginas mais corrigidas e modificadas na internet.
Com base nas versões das páginas em 10 línguas diferentes, os pesquisadores verificaram como cada cultura tem suas próprias especificidades e divergências, mas perceberam também que há temas universais que são contestados em todos os grupos analisados. É o caso dos verbetes Deus, Israel, Adolf Hitler e Holocausto, que são polêmicos em todas as regiões do planeta.
A pesquisa analisou três grupos de línguas:
  1. Inglês, Alemão, Francês e Espanhol
  2. Tcheco, Húngaro e Romeno
  3. Árabe, Persa e Hebraico
O português não entrou no estudo, portanto não temos como saber quais são as páginas mais controversas na nossa língua de acordo com os parâmetros estabelecidos por esse trabalho.
Para determinar o nível das guerras de edição na Wikipedia, os pesquisadores mediram a frequência de reversão de dados nos textos. Essa característica consegue indicar quais são os artigos que geram conflitos entre os leitores, quando um modifica a correção do outro sucessivamente. Isso também ajuda a eliminar da análise os tópicos que são alterados apenas pela rápida atualização dos eventos.

Tópicos controversos

Com essa coleta de dados, os pesquisadores conseguiram levantar informações sobre as páginas com mais disputas de opiniões na rede. Nas listas que foram publicadas junto ao artigo acadêmico, podemos encontrar coisas interessantes.
Na língua tcheca, por exemplo, os assuntos mais controversos, em ordem, são: homossexualidade, psicotrônicos (um tipo de magia), telepatia, comunismo e homofobia. E aparece ainda “esforços para mudança de orientação sexual” em oitavo nessa lista.
Em francês, a política do Partido Socialista Ségolène Royal tem a página mais controversa da Wikipedia. Na língua espanhola, o verbete Chile é o mais modificado pelos leitores.
Em alemão, a lista é formada pelas seguintes páginas: Croácia, cientologia, teorias da conspiração do 11 de setembro, fraternidades, homeopatia, Adolf Hitler, Jesus e Hugo Chávez.
Já em inglês, os itens mais polêmicos, de acordo com a pesquisa, são: George W. Bush, anarquismo, Muhammad, profissionais de WWE, aquecimento global, circuncisão, Estados Unidos, Jesus, “raça e inteligência” e Cristandade.
Esses dados mostram um pouco sobre como cada cultura pensa e quais são os debates mais frequentes que acompanham a história das nações. Certamente, os tópicos mudam ao longo do tempo e alguns itens devem perder a importância na discussão.
Com base nessas informações, os pesquisadores conseguiram montar um quadro para categorizar os temas mais controversos entre as várias culturas e as diferentes línguas estudadas. O quadro abaixo revela os assuntos mais contestados na Wikipedia.
  • 25% - Política, movimentos e ideologias
  • 17% - Países e regiões
  • 15% - Religião e sistemas de crença
  • 9% - História
  • 7% - Saúde, sexo e gêneros
  • 7% - Ciências e Tecnologia
  • 6% - Esportes
  • 4% - Literatura
  • 4% - Filmes
  • 4% - Música
E você, já corrigiu algum artigo na Wikipedia? Quais são as páginas em língua portuguesa com guerras de edição mais acirradas, na sua opinião?

Deu a louca no Japão :Você sabia que o Japão já tentou vender sutiãs para homens?






Ah, os japoneses... Anos atrás ficou conhecida uma estranha tendência na terra do Sol Nascente: homens usando sutiãs. Esse tipo de acessório, teoricamente, auxilia na manutenção de uma postura mais correta, de acordo com o que algumas propagandas divulgaram quando o produto foi lançado, há cinco anos.
Essa campanha dizia que os homens japoneses estavam comprando muitas peças e que o sutiã desenvolvido especialmente para homens poderia fazer com que eles ficassem mais confiantes. As empresas, à época, garantiram que os negócios tinham sido um sucesso, tendo como base uma venda de apenas 300 sutiãs em um curto espaço de tempo.

Vai que cola?


Fonte da imagem: Reprodução/Lum-chan
Uma emissora de televisão japonesa chegou a afirmar que havia filas e lista de espera para adquirir os itens, fazendo com que as vendas parecessem, mesmo, estar com tudo, mas, ao mesmo tempo, o produto não tinha nem ao menos comerciais de divulgação – ao que tudo indica, os sutiãs masculinos não tiveram assim tanto sucesso quanto alguns veículos de comunicação queriam que os japoneses acreditassem.
Recentemente, alguns japoneses foram entrevistados a respeito do produto, cinco anos após o seu lançamento, e parece que as análises não foram muito positivas. Apesar da aparente falta de interesse pelo sutiã masculino, a empresa que produz os itens não faliu e ainda está funcionando, vendendo outros artigos de moda íntima, um pouco mais tradicionais. Aparentemente, no Japão, esses produtos bizarros fazem sucesso mesmo quando não são vendidos. Você já conhecia essa história? O que acha da ideia de um sutiã masculino?

Ilusão de otica e Píntura em 3D :Renault cria a maior exposição de arte de rua em 3D do mundo...A cidade de Lyon, na França, recebeu as composições incríveis e imensas, que entraram para o Livro dos Recordes.




Ilusão de otica

Ilusão 3: Este conjunto de círculos forma um túnel ou um cone? Isso depende da maneira como você olha.


Read more: http://curiosando.com.br/diversao-ilusoes-de-otica/#ixzz2ZcPRyleO

Pintura em 3D

Renault cria a maior exposição de arte de rua em 3D do mundo

Arte de rua, por si só, já é bem interessante, afinal, esse tipo de trabalho tem o poder de interferir diretamente no cotidiano de muitas pessoas, mas quando alguém cria exposições em 3D é impossível não ficar impressionado. É o caso de uma campanha promovida pela Renault, que resolveu bater o recorde de maior apresentação de arte de rua em 3D do mundo.
E não é que eles conseguiram? O cenário escolhido foi a charmosa cidade francesa de Lyon, onde foram instaladas quatro telas gigantes na maior praça da cidade, chamadas de arte anamórfica – ou seja, cuja forma não é definida. As telas, quando vistas de pontos específicos, criam ilusões incríveis.
Uma das obras, que ficou conhecida como a maior anamorfose do mundo, seguindo o livro dos Guinness, tem pouco mais de 4 mil m², sendo que sua imagem tem mais de 8 bilhões de pixels. E aí, o que você achou dessas criações?

Subsolo

Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik

Cidade logo abaixo

Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik

Carregamento

Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik

Máquina sueca transforma suor em água potável

Máquina sueca transforma suor em água potável

Inventor já distribuiu mais de mil copos de água reciclada.



Fonte da imagem: Divulgação/UNICEF

Depois de correr uma hora, você pode tomar um copo de seu próprio suor.
O inventor Andreas Hammar apresentou sua criação em Gothenburg, Suécia, na última segunda-feira e chamou atenção com seu projeto ambicioso: reciclar suor humano transformando isso em água potável. Nas demonstrações que ele fez até agora, mais de mil copos da água provenientes da máquina já foram distribuídos para a população da cidade que prestigiou o equipamento.
A invenção do sueco é uma variante do que é possível encontrar na Estação Espacial Internacional, onde os astronautas podem conseguir o líquido vital a partir de seu suor. Ainda assim, o aparelho apresentado por ele é mais eficiente e barato.
O dispositivo foi criado em parceria com a UNICEF e deve ser utilizado em áreas desérticas para levar água para pessoas que passam sede.

Roupa fedida = água pura

Da mesma forma que tomar água reciclada de urina humana pode ser bem desagradável, a água feita de suor também causa certa relutância em muita gente. Ainda assim, Hammar afirma que a água proveniente de sua máquina é mais pura e limpa que a proveniente de nossas torneiras.
A máquina funciona como uma centrífuga de roupas comum, mas ela consegue retirar todo o suor das roupas usadas, aquecê-lo a ponto de tornar o líquido vapor e, depois disso, resfriar tudo de volta para que a água seja separada dos gases e outras impurezas presentes no suor. É praticamente um processo de destilação tradicional, só que um pouco mais complexo por conta da purificação.
O inventor explica que apesar de conseguir extrair praticamente toda a água de roupas suadas, a fonte de onde a máquina tira isso não é muito generosa. Uma camisa bem suada consegue render 10 ml a partir do processo, mais ou menos uma boca cheia.

E você teria coragem de tomar a aqua de seu proprio suor ?Deixe nos comentarios!

Via Tecmundo

Nerd:Aprenda 10 maneiras de maximizar o desempenho cognitivo do seu cérebro;Veja quais são as atitudes que proporcionam pequenos estímulos diários que podem ajudar você a pensar e a raciocinar melhor.

Aprenda 10 maneiras de maximizar o desempenho cognitivo do seu cérebroFonte da imagem:Reprodução/Shutterstock






Todos os dias pensamos milhares de coisas, seja no trânsito, no trabalho ou na hora do banho – é praticamente impossível esvaziar nossas mentes e não pensar em nada. Existem certos momentos em que desejamos raciocinar melhor, de modo mais rápido e eficiente, seja por questões acadêmicas ou profissionais (ou para vencer aquelas discussões acaloradas com os amigos).
Por mais que isso possa parecer psicológico, existem alguns estímulos exteriores que podemos utilizar para potencializar nossa capacidade cognitiva por alguns instantes. O site List Verse relacionou alguns desses métodos que podemos empregar, então confira quais são os selecionados — não os separamos por ordem de eficiência, já que determinados estímulos podem ter reações diferentes em certas pessoas.

1 – Beber café

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
O café já é o companheiro diário de inúmeras pessoas, considerado por muitos como o combustível capaz de ligar o cérebro. Cientistas acreditam que beber café torna as pessoas mais concentradas, mesmo nas atividades mais tediosas e mecânicas, melhorando o tempo de ação e reação do cérebro. É importante considerar que os estudiosos não dizem que as substâncias do café, como a cafeína, deixam as pessoas mais inteligentes – somente temporariamente mais ágeis.

2 – Beber vinho

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
Existem muitos aspectos positivos e negativos quando falamos em álcool. Cientistas da Noruega garantem que as pessoas que bebem vinho regularmente possuem uma capacidade cognitiva maior (um desempenho cerebral) do que aquelas que não têm esse hábito. E, curiosamente, o estudo proposto por eles também indicou que o vinho faz um efeito superior nas mulheres.
Porém, os estudiosos frisaram que esse benefício só é proporcionado quando o vinho não é bebido em excesso, somente com moderação. Caso contrário, pode se tornar um problema em vez de uma vantagem. Segundo os cientistas, os antioxidantes presentes nos vinhos é que são responsáveis pelo aumento do desempenho cognitivo — mais um motivo para você se deliciar com um bom vinho.

3 – Luz solar

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
Por incrível que pareça, os raios solares podem ajudar no desenvolvimento do cérebro. Enquanto o excesso de luz solar pode trazer problemas como câncer ou manchas de pele, sua completa ausência pode prejudicar o raciocínio das pessoas – e sim, estamos falando das vitaminas D que são encontradas no brilho do astro.
Conforme alguns testes realizados em idosos, os velinhos que possuem uma maior quantidade de vitamina D possuem um cérebro mais conservado do que os outros. Os especialistas dizem que maiores quantidades da vitamina podem ajudar no retardamento dos efeitos de envelhecimento do cérebro. É melhor que os vampiros se cuidem...

4 – Permita que sua mente viaje

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
As pessoas pensam que, para possuírem um bom desempenho em determinada tarefa, é necessário estar 100% concentrado o tempo inteiro. Isso não é completamente verdade. Alguns cientistas chegaram à conclusão de que aqueles que se permitem "viajar em pensamentos" conseguem obter melhores resultados nas tarefas realizadas.
O estudo diz que as pessoas que fazem pequenas pausas em meio ao trabalho ou aos estudos para pensar coisas improváveis podem descansar o cérebro para trabalhar melhor depois. Portanto, não se sinta culpado por "viajar na maionese" de vez em quando.

5 – Fale consigo mesmo

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
É bastante comum perdermos chaves, cartões ou outros itens em casa. Um recurso que pode ajudar o cérebro a lembrar o lugar dessas coisas é falar consigo mesmo em voz alta – por mais estranho que isso possa parecer. Um estudo feito por cientistas garante que procurar itens e falar simultaneamente pode ajudar no sucesso das buscas.
Durante o estudo, as pessoas receberam imagens das coisas que precisavam encontrar. As que falaram os nomes dos itens conseguiram localizar os utensílios de forma mais rápida do que as outras.

6 – Dançar

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
Pesquisadores dizem que dançar mantém as múltiplas atividades cerebrais em constante aperfeiçoamento. Algumas das ações que melhoram o desempenho cognitivo estão relacionadas às rápidas tomadas de decisão ou aos novos aprendizados. Dançar é ótimo para o cérebro (e para o corpo!) porque envolve uma grande quantidade dessas ações, já que sempre precisamos nos adaptar ao estilo de dança e aprender mais movimentos.

7 – Hábitos alimentares

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
Alimentar-se corretamente é um dos princípios básicos para possuir um cérebro saudável. Enquanto não existem superalimentos repletos de vitaminas e substâncias que podem nos tornar mais produtivos, você pode escolher algumas comidas específicas para deixar seus miolos mais espertos.
Alimentos que contenham ômega 3 (como peixes e frutos do mar), aminoácidos e antioxidantes (olha o vinho de novo!) são capazes de tornar o cérebro mais potente. A vitamina E também é ótima para as atividades cerebrais, podendo ser encontrada em muitos tipos de nozes. Os especialistas também sugerem mirtilos, abacates e cereais integrais, explicando que o que é bom para o corpo é sempre bom para o cérebro.

8 – Jogar Tetris

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
Para felicidade de muitos jogadores, jogar Tetris pode ajudar a aumentar as capacidades cognitivas cerebrais, garantem especialistas. Segundo estudos, depois de jogar Tetris por alguns minutos a quantidade de massa cinzenta aumenta substancialmente no cérebro. Mais impressionante do que isso é o fato de que jogar Tetris após acontecimentos traumáticos pode ajudar na prevenção das memórias do episódio, impedindo que elas sejam esquecidas e relembradas somente depois.

9 – Exercícios físicos

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
Praticar exercícios físicos regularmente pode ajudar bastante no desempenho profissional e acadêmico de muitas pessoas. Não se assuste, não é necessário praticar inúmeros tipos de esportes ou ser um atleta profissional: simples ações como caminhar ao redor de parques já liberam substâncias que ajudam nas tarefas cognitivas.
Segundo pesquisas, o cérebro pode desempenhar acima de 10% do que o normal quando o organismo está acostumado com as práticas esportivas. Portanto, se você quer passar no vestibular ou naquele concurso, não se esqueça de exercitar o corpo toda semana.

10 – Fome

Fonte da imagem: Reprodução/List Verse
Pode parecer muito estranho citar a fome, especialmente depois que falamos de bons hábitos alimentares. Porém, segundo médicos da Escola de Medicina de Yale, passar fome por alguns instantes pode ajudar temporariamente no melhor desempenho de tarefas cognitivas.
Isso pode ocorrer porque séculos atrás, quando precisávamos caçar nossos alimentos, nós tínhamos que planejar e nos organizar rapidamente em grupos para não perdermos as oportunidades de obter refeições diárias. Por isso, eles sugerem que as pessoas que são obesas podem impossibilitar certas capacidades cognitivas por não sentirem necessidade de buscar alimentos e ainda exagerar na alimentação.

Links para ver enquanto comemora com seu amigo o dia do amigo

-possibilidade-de-celulares-causarem-cancer-volta-a-ser-estudada.htm
-conheca-a-misofonia-uma-condicao-medica-de-intolerancia-a-sons.htm
-conheca-o-cerambicideo-gigante-o-maior-besouro-do-mundo.htm
-5-recordes-mundiais-pra-la-de-bizarros.htm
-conheca-a-roupa-antitubarao-criada-por-cientistas-da-australia-video-.htm
confira-10-autorretratos-que-definitivamente-deram-errado.htm
Cat-plays-with-beetle
-mulher-descobre-larvas-comedoras-de-cerebro-dentro-de-sua-cabeca.htm
-11-monstros-miticos-que-voce-nao-gostaria-de-encontrar.htm
-homem-quebra-recorde-e-bebe-1-galao-de-leite-em-20-segundos-video-.htm

Por que a semana é dividida em sete dias?

Por que a semana é dividida em sete dias?Fonte da imagem:Reprodução/PucGoiás




Você já teve a curiosidade de saber por que essa mania com o número sete? Como diria aquela música da Rita Lee, são sete dias da semana, sete notas musicais, sete pecados capitais. E tem muito mais setes por aí. Com relação aos dias da semana, você sabe de onde vem essa divisão numérica? Quem afinal decidiu que seria assim?
Os povos antigos que começaram a separar a semana em sete dias foram os babilônicos e os judeus. É provável que você tenha estudado – se vai lembrar, já é outra história – que os babilônicos criaram um calendário lunar, o que explica a divisão da semana em sete dias. Cada mês lunar é dividido em vários ciclos que nos permitem ver a Lua da sua forma mais minguante à mais cheia, certo? Cada um desses ciclos dura aproximadamente sete dias.
As fases da Lua não duram exatamente uma semana e é por isso que, por volta do século 6 a.C., tanto babilônicos quanto judeus costumavam ter um calendário com três semanas de sete dias e uma semana de oito ou nove dias, para sincronizar exatamente os dias da semana com as fases da Lua.

Convenções


Fonte da imagem: Reprodução/Flickriver
O sétimo dia da semana era considerado sagrado, tanto para os babilônicos quanto para os judeus – da mesma forma que muita gente ainda faz. Além disso, os babilônicos também acreditavam que o sétimo dia da semana era um dia de azar e que, por isso, era recomendável ficar em casa, para evitar que qualquer coisa ruim pudesse acontecer.
Os judeus acrescentaram ao calendário o dia sabático, que é uma palavra de origem hebraica e que significa “dia de descanso” – expressão também usada na Bíblia, na descrição da criação do mundo e do descanso divino no sétimo dia. Com o passar do tempo, aquela semana que tinha oito ou nove dias foi passando a ter somente sete, para que tudo ficasse igualzinho e para que o sétimo dia descanso fosse o último da semana.
Essa alteração foi oficializada pelo imperador Constantino, em 321 d.C. Devido à influência do Império Romano, o padrão foi adotado em praticamente todas as regiões o mundo e é mantido até os dias de hoje.