domingo, 26 de maio de 2013

Vambora


Lagoa Santa -Goiás




É possível fugir para o centro-oeste e curtir as águas sempre quentinhas de Lagoa Santa, no interior de Goiás.
A viagem, que começa pelo rio Aporé, na divisa de Goiás com o Mato Grosso do Sul, dura uma hora e custa R$ 60 para quatro pessoas. A vegetação nativa chama a atenção. É possível ver de perto filhotes de capivara e as garças fazem um espetáculo.

 Lagoa Santa, no interior de Goiás, tem 20 hotéis e pousadas. Para acampar, as diárias custam R$ 10. As casas mobiliadas saem por R$ 50 e os hotéis mais sofisticados por R$ 295 para o casal.
No parque aquático, dá para alimentar pirarucus, mas a maior atração da pacata Lagoa Santa é o balneário de fonte termal. A entrada vai de R$ 10 nos dias úteis a R$ 20 no fim de semana.
Para quem se dispõe a acordar bem cedo, a natureza presenteia com belíssimo cenário. O vapor da água faz parecer que estamos na boca de um vulcão. É difícil resistir a um mergulho na lagoa. A temperatura da água é de 33°C o ano todo.



A água é tão clara que dá para ver os peixes a cinco metros de profundidade. A sensação é de tomar banho em um aquário gigante. Essa turma se diverte nos labirintos. A água quente brota das mais de 30 minas se misturando às plantas nativas e os corais.
Não há comprovação, mas moradores acreditam que a água tenha propriedades terapêuticas e de cura, daí o nome. Lagoa Santa é um desses lugares encantados do interior do Brasil. Um refúgio para curtir o sol sem pressa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário